Sistemas de gestão

Certificado na parede não garante Qualidade!

certificado ISO

Imprimir artigo
É de dar orgulho quando colocamos um novo certificado numa bonita moldura, dizendo que somos competentes em um assunto específico, justamente porque aquele certificado é o resultado do nosso esforço e trabalho. Mas será que isso mudou alguma coisa na organização, trouxe melhorias e resultados, ou é só um pedaço de papel mesmo? Recomendo que pare e repense um pouco nos objetivos do seu certificado conquistado.

Longe de mim querer tirar qualquer mérito da conquista, como já disse, provavelmente você se esforçou e trabalhou muito para isso, mas é pouco esse esforço todo se resumir em apenas um objeto pendurado na parede. Você já pensou nos benefícios que ter esse certificado pode trazer pra você ou pra sua empresa?

Falarei daqui pra frente na visão de um gestor de projetos, que trabalha executando atividades de um processo de desenvolvimento que atende o modelo de qualidade de processo MPS-BR – Nível F.

Nós, como gestores de projetos, precisamos entender os benefícios, agilizar e melhorar a maneira em que cada etapa do processo é realizada para tirar dali análises que serão fundamentais para atingir (ou até mesmo superar) os resultados esperados na entrega de um projeto, independente do modelo no qual é certificado.

O Guia do MPS-BR, define como propósito da Gerência de Projetos o seguinte: “O propósito do processo Gerência de Projetos é estabelecer e manter planos que definem as atividades, recursos e responsabilidades do projeto, bem como prover informações sobre o andamento do projeto que permitam a realização de correções quando houver desvios significativos no desempenho do projeto “.

O que isso quer dizer?

Que primeiro de tudo devemos fazer o básico. É fácil de identificar que o modelo muitas vezes orienta atividades óbvias para serem realizadas, tão óbvias que nós gestores deixamos de executar por achar que aquilo não deve interferir no resultado e que não pode perder tempo na execução do projeto (é mais barato planejar do que refazer será um assunto pra um outro dia). O projeto fica sem controle causando atrasos, estouro de orçamentos e extrapolando escopo, ou seja, um desastre.

Se apenas seguirmos o que o Guia pede, iremos agradar nosso departamento de Qualidade, mas apenas isso não é o suficiente. Precisamos nos aprofundar, repetir uma etapa do processo caso seja necessário planejar novamente, gerenciar nossos recursos de perto, criar planos de ação pontuais para atender uma adversidade, identificar indicadores extras que possam ajudar no controle ainda mais real do que está acontecendo no seu projeto e inúmeros exemplos.

Mas o grande objetivo é abraçar o processo (que é responsável pela conquista da certificação) como um aliado para obter resultados. O processo está ali para ser seguido e serve como orientação, mas é preciso o feeling para perceber os resultados que o modelo nos traz como um grande diferencial.

Entregar documentações por entregar sem conseguir extrair as análises e por consequência os resultados, tornam os caras da qualidade uns chatos, as evidências apenas formalidades e o certificado um lindo objeto de decoração para pendurar na parede.

Autor

Comentários

Posts relacionados

webinar não conformidades
← Post mais recente
Palestra Online sobre Não Conformidades