Ferramentas da qualidade

Dashboards: como a gestão à vista pode melhorar o comprometimento da sua equipe

dashboards-como-a-gestao-a-vista-pode-melhorar-o-comprometimento-da-sua-equipe

Imprimir artigo
De uma coisa nós já sabemos: ter comprometimento no trabalho é tudo, né não? Ter comprometimento é essencial para alcançar os objetivos e trazer bons resultados, sejam eles individuais ou para a empresa como um todo. Porém, sabemos bem que nem sempre é possível ter um nível satisfatório de engajamento por parte dos colaboradores e das equipes.

Essa falta de engajamento no trabalho pode ser fruto de diversos fatores, sendo eles: desmotivação, desinteresse, insatisfação, entre outros. Mas aí fica a questão: como amenizar o problema ou criar esse comprometimento no ambiente de trabalho?  Existem diversas formas de melhorar o engajamento da equipe e a gestão à vista é uma delas!

Aí você deve estar pensando de sobrancelha levantada: “Gestão à vista???”. É isso mesmo! A gestão à vista é uma boa maneira de se comunicar internamente e manter seus colaboradores ativamente engajados e alinhados em relação à estratégia e os resultados da empresa.

Atraente, coerente e relevante

Antes de sair colando qualquer papel na parede, decida qual tipo de informação precisa ser comunicada internamente. Gestão à vista vai além de apenas espalhar suas planilhas pelas paredes da empresa. Esse tipo de informação precisa ser atraente aos olhos, fácil de entender e acima de qualquer coisa, ela precisa ser RELEVANTE! De nada adianta colocar informações complexas, cheias de texto e que não fazem sentido algum para a rotina da equipe.

Traga uma informação que motive e inspire novas ideias nos colaboradores. Toda a equipe precisa se sentir como parte do plano para se engajar e motivar. Então, a gestão à vista tem de deixar claro que o fruto do resultado do trabalho de todos está bem ali diante deles. Assim eles se sentirão mais capazes e 100 % prontos para colaborar com a sua empresa.

E lembre-se, gestão à vista não é só papel na parede. Sua gestão pode estar em diversos lugares, apenas precisa estar acessível. Por isso o nome “gestão à vista”, pois deve estar “diante dos olhos”.

Como disponibilizar informações para as pessoas

“Mas, Luan… como eu monto uma informação fácil, atraente e relevante?“. Se você for um ás do Photoshop ou manjar muito de Excel, pode montar alguns gráficos bonitos a mão mesmo e vai se sair bem, o problema é que isso vai levar tempo, e muito! Você vai precisar levantar os dados que precisa, onde quer que eles estejam, e tirar um tempo só para trabalhar nos gráficos, mas acredito que você não seja pago para isso, para montar gráficos.

Tá Luan, mas qual é a resposta afinal?” Minha sugestão é dashboards, meu caro, dashboards! Elas são o recurso visual mais atraente do século XXI (tá, talvez eu esteja exagerando um pouco, mas desculpa, estou muito engajado com esse texto, hehe).

O que são dashboards?

Dashboards são ferramentas dos softwares de gestão que ajudam a acompanhar o desempenho da empresa. Elas são uma espécie de painel de controle e apresentam todas as informações importantes da sua empresa em gráficos acessíveis e de fácil compreensão.

Elas funcionam mais ou menos como o painel de um carro. Imagine que você está dirigindo e precisa saber como está o nível do combustível para saber se pode ou não pegar o caminho mais longo pra casa. Você não precisa descer do carro e checar o nível manualmente, basta olhar para o painel que fica atrás do volante e você terá a informação que precisa.

Mas por que dashboards?

Elas dão visibilidade aos seus dados e facilitam o entendimento de qualquer informação que você tenha. Afinal, o que seria da análise de dados sem gráficos por exemplo, não é mesmo?

Por estarem integradas ao software de gestão, as dashboards contém informações que são atualizadas automaticamente, ou seja, sem necessidades de que você pare para alimentar os gráficos. Outro fator importante das dashboards é que elas ficam atualizadas 100% do tempo e toda vez que olhar para elas, você terá certeza de estar analisando os dados mais recentes.

Além disso, todas as decisões devem ser feitas com base em informações bem fundamentadas (sabe aquele princípio da qualidade: tomada de decisões baseada em fatos e dados, então!), e a melhor forma de mostrar esses números e dados aos seus colaboradores é por meio de uma dashboard, pois as dashboards abrem espaço para uma visão detalhada e crítica dos resultados.

As dashboards no Sistema de Gestão da Qualidade

As dashboards são importantes em qualquer área da empresa, e na qualidade não é diferente. Por isso, desenvolvemos dashboards específicas para os módulos do Qualiex (Nosso software para gestão da qualidade).

No nosso módulo de não conformidades, por exemplo, você pode acompanhar a quantidade de ocorrências por responsável, tipo e status. Também é possível visualizar um gráfico de Pareto que ajuda a priorizar a tratativa por cliente, tipo, responsável, local e prioridade. Já no módulo de gestão de riscos, você consegue classificar os riscos em um gráfico de pizza, analisando-os por responsável, grupo de risco, classificação, local, criticidade, impacto e probabilidade.

Também existe uma dashboard geral, que mostra as atividades em atraso e facilita o acompanhamento dos planos de ação do SGQ, assim é mais prático apoiar as pessoas para que as ações saiam do papel.

Capriche na gestão à vista!

O uso de dashboards pode ser uma excelente prática para engajar sua equipe com informações relevantes que façam parte do contexto da empresa e certamente vai ajudar as pessoas a se manterem informadas sobre os rumos das empresa e sobre o que precisa ser feito.

Independente de como você faça a sua gestão à vista, o importante é que ela exista e que realmente ajude as pessoas da sua empresa a compreenderem os resultados e atuarem sobre eles. Pois, compreender como o trabalho afeta esses mesmos resultados, é parte fundamental do engajamento e é essencial para que sua empresa cresça e se torne melhor a cada dia.

Autor

Comentários

Posts Relacionados

Imagem de um paquímetro medindo um parafuso
← Post mais recente
Qualidade e Metrologia: o caminho da excelência!